(Português) COVID-19: CONSEQUÊNCIAS DO DISSENSO NA ORDEM INTERNACIONAL

NWADV . 18 . May . 2020 . By Maristela Basso

(Português) Lamentável a notícia da saída do diplomata brasileiro Roberto Azevedo, da OMC, nesta quinta-feira, dia 14 de maio. Diretor Geral da organização, o diplomata, reeleito para um segundo mandato, em 2017, antecipou sua saída que deveria acontecer somente no final de 2021. Por meio de um discurso medido e comedido, Azevedo explicou que estava deixando a OMC para permitir que as negociações sobre a reforma da organização, exigida pela Casa Branca, pudessem ser acompanhadas por um novo Diretor Geral a ser eleito. Demitindo-se, agora, a entidade poderá, com tempo e tranquilidade, escolher um novo dirigente e, na sequência, começar a preparar a 12ª Conferência Ministerial (MC12), prevista para o início de próximo ano.