Empreendedorismo, gestão e inovação na advocacia

Terra . 1 . novembro . 2019

O fundador e CEO do Nelson Wilians e Advogados Associados, Nelson Wilians, palestrou para cerca de 150 empresários e advogados, nesta quarta-feira (30), em Curitiba.

Foto: DINO / DINO

O encontro foi promovido pela Associação Comercial do Paraná.

Nelson Wilians abriu a palestra abordando a advocacia corporativa. De acordo com ele, existem muitos empresários que se formaram em Direito. “Eu sou um advogado-empresário”, definiu o fundador do NWADV, maior escritório brasileiro, com filiais em todas as capitais e representações em diversos países, para definir seu posicionamento entre os operadores do Direito.

Wilians contou um pouco de sua trajetória. De uma família humilde de pequenos agricultores do interior do Paraná, formou-se em Direito, no Instituto Toledo de Ensino, em Bauru (SP). “Sem soberba, aos 22 anos, andava de ônibus e, antes dos 30, já estava comprando meu segundo avião”, lembra ele.

O advogado destacou que tudo conquistado foi fruto de um trabalho sério e sempre enxergando o NWADV como uma empresa que deve se reger sempre pelos melhores princípios empresariais.

Logo em seguida, ele contou sobre uma conversa com a mãe e o que ela disse quando ele estava começando a ter sucesso na carreira. “No fim, não importa onde um homem nasce. Não importa como vive, mas como termina a vida”, lembra. “Isso é um norte para mim e para que não me torne soberbo.”

O CEO do NWADV falou da importância do networking para o sucesso na carreira e nos negócios. “Isso é, de fato, muito importante, construir relacionamentos. Essa rede de relacionamento pode e deve começar com quem está ali, ao seu lado.”

Wilians lembrou ainda das fases do escritório e da advocacia. “O NWADV iniciou seu crescimento com as questões tributárias da década de 1990 e, depois de atingir dimensão nacional, tornou-se um escritório full service”, ressaltou.

“Era grande na área tributária e agora caminha para ser grande em todas as áreas do direito. Estamos formando as melhores equipes profissionais para cada área do Direito. Algumas dessas áreas já adquiriram reconhecimento internacional, inclusive”, explicou.

De acordo com ele, os grandes desafios estão na gestão de pessoas e na manutenção do crescimento do escritório sem perder as principais diretrizes. “Não basta ter uma vasta experiência nas mais diversas áreas do direito corporativo e profissionais altamente qualificados. Para dar um atendimento personalizado, ágil e de excelência a nossos clientes, em um país com dimensões continentais, precisamos estar sempre atentos e acompanhar as inovações tecnológicas. Porém, é preciso delegar decisões, ouvir para entender, inspirar e reconhecer o esforço das pessoas que integram a sua equipe.”

Wilians contou que utiliza os mais diversos recursos tecnológicos para gestão processual e administrativa da estrutura do escritório, que conseguem englobar todas as atividades necessárias no mesmo sistema. “A tecnologia é uma realidade que contribui e contribuirá ainda mais para o exercício da advocacia. Mas, se as pessoas não se identificam com isso, não vai funcionar. A tecnologia não é autônoma, ela depende das pessoas que, por sua vez, precisam entender o porquê de apertar o botão.”

Ao final da palestra, ao lado de sua sócia no Paraná, Sandra Comodaro, Nelson Wilians recebeu a placa de Cidadão Honorário da Associação Comercial do Paraná, do presidente da entidade, Gláucio Geara.